Tag

infantil

Browsing

A minha é … Na verdade não que ela seja chata, mas parece que tudo no mundo é mais interessante do que comer. É difícil fazer com que ela mantenha o foco na refeição, e foi assim desde sempre. Quando as frutas foram introduzidas e depois as comidas amassadas, iniciou minha saga. Em cada horário de refeição, eu tinha que separar um bom tempo, pois era uma novela.

mae-e-filho-leituraPesquisas do mundo todo mostram que a criança que lê e tem contato com a literatura desde cedo, principalmente se for com o acompanhamento dos pais, é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral. É através da leitura que a criança desenvolve a criatividade, a imaginação e adquire cultura, conhecimentos e valores.

adaptaçao2Mais um ano letivo inicia e surge um novo desafio para uma série de crianças, bebês e seus pais. A entrada na escola, independentemente da fase em que seu filho se encontra, é um momento importantíssimo do desenvolvimento social, intelectual e afetivo. E como passar por esta etapa e ajudar seu filho a enfrentar este desafio?

menina melancia

Uma alimentação saudável é importante desde o nascimento à terceira idade, mas é na primeira infância que devemos introduzir bons hábitos alimentares, preconizando que a criança se alimente de forma adequada.
Sabemos que estes hábitos vão mudando ao longo da vida por diversos motivos, preferências, sensações de prazer ou desprazer, influências… No entanto, o ato de se alimentar vai sendo construído diariamente, e os pais são os maiores exemplos para os filhos, seja na escolha dos alimentos ou na forma como se portam à mesa. Se você pretende que seu filho coma brócolis, sirva no seu prato também. Se quer que ele se concentre na comida, faça isso também e não leve o celular à mesa, por exemplo.

Criança tem que brincar e se divertir, mas a ordem também é fundamental para a educação!
E naturalmente, sem complicação, junto com a brincadeira, a criança pode aprender a organizar.
Mas, como ensinar? O que fazer?

1 MÊS:

O recém-nascido precisa a se adaptar ao novo ambiente, conhecê-lo e compreendê-lo. Ele ainda não consegue explorar o mundo, mas no nível perceptivo já consegue captar os estímulos que chegam do ambiente. E por isto que nos primeiros meses de vida o que mais o estimula é a sua própria mãe. O papel da mãe é filtrar os estímulos do ambiente e mostrar o mundo para o pequeno. As melhores brincadeiras nesta fase são: um colo bem apertado que faz ele se sentir ainda parte do corpo da mãe, cantar uma música suave sempre olhando nos seus olhos, falar com o bebê procurando traduzir-lhe o mundo, e pequenos balanceios. Ou seja, ele não precisa de mais nada que não seja a sua mãe.

Olá pessoal!
Hoje estou aqui para falar um pouco deste trabalho em conjunto com as meninas da BBDU!
Elaboramos um Mural das conquistas – Comendo bem, para ajudar aquelas famílias que estão com algumas dificuldades em estabelecer as regras e a rotina alimentar da criançada!

Entre os 12 e os 24 meses acontecem três grandes eventos no desenvolvimento da criança. São eles: o caminhar, o crescimento da autonomia e a aquisição da fala.
O caminhar independente é uma aprendizagem emblemática, porque é símbolo de autonomia e mudará substancialmente a relação da criança com o mundo que o rodeia.