Categoria

Estimulação de Bebês

Categoria

Hoje vou dar algumas ideias de como transformar uma caixa de papelão em um super brinquedo, que além de ser muito interessante vai estimular a coordenação motora fina.
A medida que a criança vai crescendo, vai 6

adquirindo novas habilidades e a sua coordenação motora vai melhorando.

A motricidade fina é aquela que permite controlar as habilidades e movimentos mais específicos e delicados (colocar pequenos objetos dentro de buracos pequenos, pegar um lápis, começar a desenhar, encaixar, etc.). Este tipo de habilidade é muito importante para a criança, já que a medida que vai melhorando, os movimentos da criança se tornam mais eficientes. Pra ser mais eficientes é necessário muitos ensaios e erros. Por isto que a melhor forma de estimular a coordenação nas crianças pequenas, é através do brincar.

prematuro1

Um bebê é considerado prematuro quando nasce antes das 37 semanas de gestação.

Existem três tipos de prematuros:
– Os severos: antes das 30 semanas de gestação;
– Os moderados: entre 31-34 semanas de gestação;
– Os leves: entre as 35-37 semanas de gestação.

O nascimento prematuro pode ocorrer por diversas causas, tanto fatores individuais (maternos, fatores relacionados a gestação e fatores relacionados ao feto), quanto fatores socioeconômicos.

Hoje vou falar de hiperatividade sob a perspectiva da psicomotricidade.

criancahiperativa
A palavra hiperatividade é uma palavra complexa e muitas vezes mal utilizada. Ela é associada frequentemente só ao TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com hiperatividade), mas na verdade ela também existe sozinha. É o que os psicomotricistas chamam de instabilidade psicomotora. E ela é o tema deste post.

1 MÊS:

O recém-nascido precisa a se adaptar ao novo ambiente, conhecê-lo e compreendê-lo. Ele ainda não consegue explorar o mundo, mas no nível perceptivo já consegue captar os estímulos que chegam do ambiente. E por isto que nos primeiros meses de vida o que mais o estimula é a sua própria mãe. O papel da mãe é filtrar os estímulos do ambiente e mostrar o mundo para o pequeno. As melhores brincadeiras nesta fase são: um colo bem apertado que faz ele se sentir ainda parte do corpo da mãe, cantar uma música suave sempre olhando nos seus olhos, falar com o bebê procurando traduzir-lhe o mundo, e pequenos balanceios. Ou seja, ele não precisa de mais nada que não seja a sua mãe.

Olá ! hoje vou falar sobre a importância do brincar e por que e para que as crianças brincam.
O brincar é uma atividade gratuita que a criança faz o tempo todo. Através desta atividade ela explora todas as possibilidades que o amadurecimento lhe proporciona. Brincando a criança ajusta as suas reações, afina a sua sensibilidade e se prepara melhor para o futuro.

Entre os 12 e os 24 meses acontecem três grandes eventos no desenvolvimento da criança. São eles: o caminhar, o crescimento da autonomia e a aquisição da fala.
O caminhar independente é uma aprendizagem emblemática, porque é símbolo de autonomia e mudará substancialmente a relação da criança com o mundo que o rodeia.

A família é o ambiente básico onde a criança nasce, cresce e se desenvolve. Para o desenvolvimento das potencialidades e capacidades da criança, é fundamental que os pais e outros integrantes da família possam oferecer um ambiente afetivo e estimulador.
O primeiro ano de vida é o período mais plástico (com mais transformações) do desenvolvimento humano. O homem nasce com um mínimo de padrões de condutas constituídas previamente e tem que adquirir inúmeras habilidades adaptativas no percurso deste primeiro ano. Jamais, no resto da vida, se aprenderá tanto em tão curto tempo.