Mesmo nesse período tão atípico causado pela pandemia do Novo Coronavírus, o Natal permanece sendo um momento mágico para as crianças. A cultura de ganhar presentes nessa data tão especial acaba proporcionando altas expectativas para os pequenos. Mas e você, já pensou sobre o que está dando de presente para as crianças? 

O carrinho da moda e a boneca mais bonita podem ser super atrativos, mas que tal pensar em um presente que, de fato, contribua para o desenvolvimento cognitivo e emocional? Pensando nisso, elencamos alguns presentes criativos e cheios de personalidade para você proporcionar a união de diversão e aprendizado para as crianças a sua volta. Confira!

Brinquedos que falam sobre emoção

Nem para nós, adultos, é fácil falar sobre o que sentimos, né? Imagine então para uma criança. A ideia, portanto, é, desde cedo, ensinar a reconhecer as emoções que estão sendo sentidas e relatar isso, de forma leve e descomplicada. 

Imã Dentro de Mim

Alguma vez você já imaginou que um imã de geladeira poderia ajudar a expressar o que se sente? Esse é o objetivo do Imã Dentro de Mim. Todo dia a criança deve colocar no imã moldura a expressão que mais se encaixa ao seu sentimento naquele momento. Pode ser: feliz, triste, cansado, preocupado, com saudade, com medo, brabo, com vergonha, com ciúme, tranquilo, com sede, com frio, com fome, com calor, com dor ou com sono. Dessa forma, além de criar uma rotina divertida, a criança é estimulada a aprender a lidar com sensações e sentimentos.

Amarelinha das Emoções

É uma releitura do tradicional jogo de amarelinha, que provavelmente você que está lendo esse texto já deve ter brincado alguma vez na vida. A função de, ao invés de ter números, ter emoções, é proporcionar um contato próximo com os sentimentos mais básicos que podemos nos deparar ao longo da infância. Uma sugestão de brincadeira, portanto, é: jogar aleatoriamente a pedrinha, como normalmente, mas, ao invés de somente ir até a casa, pensar em alguma situação em que aquela emoção aparece, e fazer uma imitação/encenação. A Amarelinha das Emoções é uma opção legal de presente para quem quer estimular a brincadeira, mas com um quê de psicologia.

Brinquedos sobre medo

Na infância, o medo é do monstro, bicho papão, ou do escuro. Apesar dos monstros não serem reais, os medos são. Quando adultos, nossos medos tomam proporções maiores e, quando não sabemos dominá-los, podem ser destrutivos. Que tal então incentivar a criança a encarar desde cedo os seus medos?

Papa Medos

Seria um sonho colocar os medos em um lugar e trancá-los por lá, para que nunca mais voltassem! Assim que funciona o Papa Medos. A criança escreve (ou desenha) sobre os medos, coloca no bolso do bichinho e fecha o zíper. O interessante desse brinquedo é que, além da criança se sentir mais confiante e segura, ela ainda acaba aprendendo a falar sobre suas angústias e medos, e expressar isso de alguma forma.

Repelente de Monstros

O Repelente de Monstros tem o mesmo conceito: o de espantar os medos na hora de dormir. A criança recebe os adesivos, a purpurina e o recipiente. Assim, ela personaliza o repelente da forma como quer, e ainda pode estimular a imaginação com referências lúdicas e mágicas ao realizar isso, como, por exemplo, criar um feitiço para que o pó funcione. 

Brinquedos sobre alimentação saudável

Cada vez mais se percebe o poder e a importância de uma alimentação saudável para uma boa imunidade e desenvolvimento físico da criança, principalmente nesse momento de pandemia. Mas como estimular essa prática sem parecer “chata”? Basta transformar em brincadeira!

Álbum de figurinhas – Comida saudável

Você, provavelmente, deve se lembrar da sensação boa de completar um álbum de figurinhas. O objetivo desse brinquedo é, ao fazer isso, estimular as crianças a experimentarem novos alimentos, como frutas, legumes e verduras. Os pais ficam com as figurinhas, enquanto a criança fica com o álbum. Ao comer algum item, ela ganha a figurinha respectiva. Para criar ainda mais entusiasmo, ao preencher um grupo alimentar inteiro, a criança recebe um troféu figurinha.

https://www.bbdu.com.br/album-de-figurinhas-comida-saudavel

Livro Minha própria horta

Também é importante explicar que a alimentação saudável começa muito antes do prato estar na mesa. Criar a sua própria horta, com temperos e pequenos alimentos, também é estimular a procura por uma refeição mais saborosa e livre de agrotóxicos. E fazer tudo isso ajudando a natureza e criando uma conexão ainda maior com ela, pode ser incrível. O livro contém 5 projetos cativantes (tomate, alface, manjericão, beterraba, morango) e inclui rastelo, pá, avental, luvas e cartazes para rotular as mudas.

Conclusão

Espero que você tenha concordado que é possível dar presentes lindos e divertidos, com um toque de aprendizado e conteúdo. Aproveite a sessão de Natal da BBDU e faça suas escolhas! Um feliz final de ano!

Juliana Martins
Psicóloga | Mãe da Duda | Criadora da BBDU

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: