image

Hoje a nutricionista Aline Pinto Woehlert selecionou um texto bem bacana para o nosso blog.

E para as mamães de Porto Alegre, ela tem um programa de orientação nutricional domiciliar que usa alguns dos produtos da BBDU e muitas outras dicas legais. Quem tiver interesse em saber mais pode entrar em contato com ela pelos fones: (51) 8571 3642 e 9905 4727 ou pelo e-mail: nutrindosn@gmail.com

Em breve ela também terá o Programa Lanche Saudável, uma aula de culinária para meninada.

As crianças pequenas com frequência desenvolvem hábitos alimentares que preocupam os pais. Dois desses hábitos alimentares típicos das crianças são a seletividade alimentar e a aversão a alimentos. O termo seletividade alimentar diz respeito à prática de comer apenas um tipo de alimento repetidamente. A aversão a alimentos consiste na recusa a provar ou comer certos alimentos.
A seletividade alimentar e a aversão a alimentos nas crianças não são sintomas de problemas físicos sérios nem psicológicos. De acordo com os Institutos Nacionais da Saúde dos EUA (National Institutes of Health – NIH), esses hábitos alimentares fazem parte do desenvolvimento infantil normal. Eles funcionam como formas pelas quais as crianças tentam afirmar sua independência e exercitar algum controle sobre os acontecimentos diários (NIH).
Como lidar com a seletividade alimentar
As recomendações sobre como lidar com o problema de crianças que têm interesse em comer apenas um tipo de alimento em todas as refeições podem ser surpreendentes. De acordo com o NIH, a melhor coisa que os pais podem fazer é dar o alimento desejado junto com outras opções, desde que o alimento preferido pela criança seja saudável e não seja trabalhoso demais ou difícil de preparar (NIH). Dentro de um período relativamente curto, geralmente a criança começa a consumir uma maior variedade de alimentos.
Se o alimento preferido pela criança não for saudável ou exigir tempo demais para ser preparado, permitir que a criança o coma em todas as refeições não é uma opção razoável nem desejável. A alternativa é oferecer outros alimentos nutritivos nos horários de refeições e lanches. É importante que os pais percebam que a criança não vai passar fome só porque não come o único alimento que quer. Mesmo que a criança não coma praticamente nada no café da manhã, a tendência é de que ela compense comendo mais em algum momento do dia. Recomenda-se que os pais tentem não se preocupar excessivamente se a criança comer menos durante certas refeições.
Como lidar com a aversão a alimentos
Uma das recomendações mais importantes quando uma criança pequena demonstra resistência a provar novos alimentos é não transformar a situação em um problema de grandes proporções. Por exemplo, não é recomendável chantagear, barganhar, ameaçar ou castigar a criança na tentativa de fazê-la provar algum alimento. O melhor é simplesmente continuar a apresentar à criança novos alimentos regularmente. Isso fará com que ela tenha a oportunidade de provar novos alimentos se quiser. Há uma grande chance de que, com o tempo, a criança prove e aceite uma maior variedade de alimentos, o que tornará o momento das refeições mais fácil para pais e filhos.
Ao longo do tempo, comer um número extremamente limitado de alimentos pode fazer com que a criança não receba os nutrientes necessários para o bom funcionamento de seu corpo e a sua saúde. Esse será o caso principalmente se os únicos alimentos que ela quer comer não forem saudáveis. Neste caso, a orientação é procurar o pediatra ou nutricionista para que possa ser feito uma avaliação e acompanhamento mais criterioso.

Nut.Aline Pinto Woehlert, CRN2 5092, RT Nutrição e Saúde.

 

nutrindo-logo

2 Comments

  1. Ola tenho um aluno de 3 anos que não come nenhum alimento de sal somente se alimenta de bolos e pães como ajuda lo?

    • OI Elizabeth, tudo bem?

      Este texto foi escrito pela nossa parceira Aline, os contatos dela são (51) 8571 3642 e 9905 4727 ou pelo e-mail: nutrindosn@gmail.com, caso queira falar diretamente com ela.
      Aqui na BBDU nós criamos alguns instrumentos para ajudar neste processo, você já conhece? Eu acredito que dois deles podem ajudar nesta situação, são eles, o Jogo da Boa Alimentação e o Mural das Conquistas Comendo Bem. Abaixo estão os links para você poder saber um pouco mais sobre eles.
      http://www.bbdu.com.br/jogo-da-boa-alimentacao-p301/
      http://www.bbdu.com.br/mural-das-conquistas-comer-bem-p230/

      Ambos foram desenvolvidos por psicólogas e nutricionista.
      Esperamos ter ajudado e ficaremos na torcida para que seu aluno possa logo estar comendo coisas salgadas.
      beijo,
      Juliana

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: